08 NOV
Sua carreira e seu Jardim – Como você os cultiva?
Autor

Karina Alves

Categoria

Realização Profissional

Sua carreira e seu Jardim – Como você os cultiva?

Se cultivar, nutrir e cuidar da sua mente como um jardim fértil, colocando um bom adubo (bons pensamentos, sonhos, fé, otimismo, atitude) ela florescerá além de suas expectativas. Mas, se permitir que as ervas daninhas (medos, preocupações, raiva) tomem conta dela, então sua paz de espírito escapará de você.

Infelizmente, o que a maioria das pessoas faz é colocar lixo tóxico diariamente no fértil jardim da sua mente. Deixam seus pensamentos focarem apenas no medo, nas queixas do passado e nas inquietações do futuro, o que devasta seu mundo interior, além de se tornarem prisioneiros do medo.

Agora pense que dentro deste jardim existem flores especiais que representam sua carreira, como você está cuidando delas? Você passa grande parte do seu dia ao lado delas, nutre-as com o que? Sente-se feliz ao cuidar destas flores? Elas estão bonitas, coloridas e cheias de vida? Ou estão murchas e sem vitalidade?

Essas flores têm um grande poder dentro do seu jardim, pois se estiverem intoxicadas com emoções negativas e insatisfação acabam contaminando todo o restante do jardim e sua mente passa a ser controlada por esta intoxicação.

Agora sabendo que sua mente é como um jardim, pare e responda: Como está cuidando deste jardim? Adubo ou lixo tóxico?

Dedique mais tempo para cuidar da sua mente e de seus pensamentos, e cultive diariamente pensamentos positivos sobre você e sobre seus sonhos. Este é o primeiro passo para despertar uma vida com mais realização profissional.

Lhe proponho uma atividade. Pegue um caderno simples e por 30 dias observe seus pensamentos. E, antes de deitar responda:

Quais pensamentos negativos tive durante o dia?

O que posso aprender com eles, de forma positiva?

E, principalmente, o que posso fazer para evitá-los?

Para finalizar esta postagem, quero te contar rapidinho minha vivência neste desafio. Quando fui desafiada, percebi que na maior parte do meu dia eu reclamava de coisas simples. Eu acreditava 100% que era uma pessoa que vivia apenas na gratidão, mas quando parei e realmente prestei atenção em meus pensamentos, vi que não era bem assim. Foi frustrante. Mas, ao mesmo tempo, foi libertador, pois a tomar consciência disto consegui fortalecer minha mudança. Vivo este desafio até hoje, sempre prestando atenção no que coloco em minha mente. Sou como um guarda no portão da minha mente, selecionando o que entra e me esforço constantemente para deixar entrar apenas pensamentos produtivos e que me levem para frente e não os pensamentos que me puxem para trás.

Espero que você cultive seu jardim com mais amor e sabedoria!

Se gostou, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário logo abaixo. Eu mesma irei ler e responder, com muito prazer

Um forte abraço,
Karina Alves,